PRÁTICAS DE GESTÃO PARA O COMBATE A EVASÃO DE ALUNOS DO ENSINO DE JOVENS E ADULTOS

  • Mauro Sérgio dos Santos Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Palavras-chave: Gestão Escolar, Novas Tecnologias na Educação, Práticas Pedagógicas, Educação de jovens e adultos

Resumo

O trabalho se baseia em uma pesquisa realizada nas escolas de Saquarema que possuem o ensino de jovens e adultos (EJA) buscando descobrir as causas e soluções para a evasão escolar frequente neste sistema de ensino, além de levar a uma reflexão sobre a ideologia e as metodologias do curso e se o ensino de Ciências pode influenciar nesta evasão. A solução poderia ser a implantação do sistema EAD ou semipresencial para aumentar a quantidade de alunos concluintes, possibilitando melhor qualidade de vida e alcance as Universidades. É muito importante que orientador educacional assuma funções de assistência ao professor, a família, as pessoas da escola com as quais os educandos de EJA convivem, para que estes se preparem para entender e atender às necessidades dos educandos com relação aos aspectos cognitivos e afetivos, pois a orientação educacional é um processo contínuo, sistemático e integrado; que visa ao crescimento do educando, assessorando, planejando, coordenando e avaliando ações educativas, mas além de descobrir o que afasta é preciso ofertar o que atraia para mantê-lo.

Biografia do Autor

Mauro Sérgio dos Santos, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Mestrando em Biologia pela UFRJ, Graduado em Ciências Biológicas pela UENF/UNIVERSO, Especialista em Gestão Escolar Integrada e Práticas Pedagógicas pela UCAM.

Referências

ALMEIDA, Marco Antonio Chaves de. Projeto de pesquisa: guia prático para monografia. 4. ed. – Rio de Janeiro: WAK, 2007.
BARBOSA, Paulo Corrêa. Educação de Jovens e Adultos v.2 – Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2004.
BRASIL. Lei nº 9.394/96. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF, 2009.
Câmara dos Deputados. Plano Nacional de Educação. Brasília, DF, 2001.
CONSTITUIÇÃO (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 5 de outubro de 1988. Brasília, DF: Senado federal, 1988.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2002. – (Coleção Leitura).
FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido, 17ª ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 2003.
SALGADO, Edmée Nunes. Educação de Jovens e Adultos v.3 – Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2005.
Educação de Jovens e Adultos. v.1 – Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2004
Publicado
2019-05-30