GESTÃO DO CONHECIMENTO E CAPITAL INTELECTUAL

DESAFIOS E IMPORTÂNCIA NAS ORGANIZAÇÕES

  • Flavia Amaral da Silva Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)
  • Irilene Mamede Pereira Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)
  • Priscila de Almeida Santos Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)
  • Juliana Oliveira Souza De Jesus Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)
  • Roberto Farias de Toledo Universidade Federal Fluminense
Palavras-chave: Capital humano, Jogos Organizacionais, Gestão de Pessoas

Resumo

O objetivo desse trabalho é demonstrar que uma organização não deve se preocupar somente com os recursos financeiros ou com os produtos ou segmento, mas também com as pessoas e seus conhecimentos, e ao valorizar o potencial de seus colaboradores e a aplicação da Gestão do Conhecimento, podem implementar mudanças constantes para alcançar o sucesso, investindo em capital intelectual e entendendo que a não valorização das pessoas pode favorecer o declínio da empresa. Para isso se realizou uma pesquisa bibliográfica e empírica, onde foi percebido que é necessário investir no colaborador como patrimônio, fazendo-lhe se sentir parte integrante e ativa que, além de contribuir com o sucesso da organização, busca sua auto-realização de forma intrínseca e entende que o seu conhecimento compõe o núcleo essencial para o sucesso das organizações.  Logo sem as pessoas e seus conhecimentos as empresas não existiriam e jamais alcançariam retorno de seus investimentos.

Biografia do Autor

Flavia Amaral da Silva, Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)

Especialista (MBA) Gestão Empresarial - pela Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU) Centro Universitário Nova Iguaçu – RJ

Irilene Mamede Pereira, Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)

Especialista (MBA) Gestão Empresarial - pela Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU) Centro Universitário Nova Iguaçu – RJ

Priscila de Almeida Santos , Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)

Especialista (MBA) Gestão Empresarial - pela Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU) Centro Universitário Nova Iguaçu – RJ

Juliana Oliveira Souza De Jesus, Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU)

Especialista (MBA) Gestão Empresarial - pela Associação Brasileira de Ensino Universitário (UNIABEU) Centro Universitário Nova Iguaçu – RJ

Roberto Farias de Toledo, Universidade Federal Fluminense

Doutorando em Sistemas de Gestão Sustentáveis pela Universidade Federal Fluminense e Professor do MBA em Gestão Empresarial da UNIABEU, RJ, Brasil

Referências

BARRETO, D. R.; PEBA, F. C.; CALCIOLARI, A. R.; ALMEIDA, L. S. Identificação de riscos inerentes a produção de petróleo em águas profundas através da análise SWOT. Revista de Trabalhos Acadêmicos Lusófona. 1(1), 56-67, 2018.
Chen, C. J; Huang, J. W.; Siao, Y. Gestão do conhecimento e inovação: o papel do clima e da estrutura organizacional, v. 31, n. 8, p. 48-70, 2010.
CHIAVENATO,IDALBERTO. Gestão de Pessoas: O novo Papel dos Recursos Humanos nas Organizações. Barueri: Manole, 2014.
CORFIELD, A.; PATON, R. Investigando a gestão do conhecimento: a Gestão do Conhecimento realmente pode mudar a cultura organizacional? Jornal de Gestão do Conhecimento, v. 20, n. 1, p. 88-103, 2016.
COSTA, A. M.; MATTOS, A. K. M.; RODRIGUES, N. M.; BARBOZA, D. V. Aplicando a modelagem de processos de negócio em uma retificadora de motores em Cabo Frio-RJ. Brazilian Journal of Production Engineering, 5(2), 130-142, 2019.
DAVENPORT, T.H.; PRUSAK, Conhecimento Empresarial: Como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. 3 ed. Rio de Janeiro: Campus ,2001.
DRUCKER, PETER.A nova força de trabalho economista: pesquisas bibliográficas da edição impressa do economista, nov. 2001 (p. 13 – 19). Disponível em: Acesso em 20 de outubro de 2018.
DUADZIAK, E. A alfabetização informacional: Princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, Brasília, v 32, n 1, p 23 – 25, jan 2003. Disponível em:
Acesso em 13 de outubro de 2018.
GONZALEZ, Rodrigo Valio Dominguez; MARTINS, Manoel Fernando. O Processo de Gestão do Conhecimento: uma pesquisa teórico-conceitual. Gest. Prod. 2017, vol.24, n.2, pp.248-265. Jan 26, 2017
Hwang, E. H.; SINH, P. V.; ARGOTE, L. Compartilhamento de Conhecimento em comunidades online: Aprendendo a cruzar fronteiras geográficas e hierárquicas; Ciência da organização, v. 26, n. 6, p. 1593-1611, 2015.
Lin, T. C.; Chang, C. L. H.; Tsai, W. C As influências da perda de conhecimento e mecanismos de retenção de conhecimento sobre a capacidade de absorção e desempenho de um departamento de MIS. Decisão de gestão, v. 54, n. 7, p. 1757- 1787, 2016.
López-SÁEZ, P. et al. Processos externos de aquisição de conhecimento em clusters intensivos em conhecimento. Jornal de Gestão do Conhecimento, v. 14, n. 5, p. 690-707, 2010.
LOURENCO, JOAO. A importância do Capital Humano nas Organizações. Rio de Janeiro 2016. Disponível em: < http://www.webartigos.com/artigos/145381> Acesso em 20 de outubro de 2018>
MARTINS, E. C.; MEYER, H. W. J. Fatores organizacionais e comportamentais que influenciam a retenção de conhecimento. Jornal de Gestão do Conhecimento, v. 16. n. 1, p. 77-96, 2012
MATIAS, ALANDERSON. Gestão de Pessoas: A importância da abordagem moderna para o sucesso de uma organização.Cáceres,2016. Disponível em: Acesso em 07 de outubro de 2018.
MATTOS, A. K. M.; SILVA, I. S.; BARBOZA, D. V.; DIAS, W.A.; SILVA, T.S. Aplicação da curva ABC ao estoque de um restaurante em Saquarema–RJ. Revista de Trabalhos Acadêmicos Lusófona. 2(1), 26-34, 2019.
Nascimento, A. M.; Machado, M. S.; Meneguelli, R. S. A.; U. A. França; Toledo, R. F. Fatores críticos de risco no gerenciamento logístico de alimentos perecíveis. Revista de Trabalhos Acadêmicos Lusófona. 2(2), 182-197, 2019.
PROBST, G.; RAUB, S.; ROMHARDT, K.Gestão do Conhecimento: os elementos construtivos do sucesso. Porto Alegre: Bookman, 2002.
ROSSATTO, MARIA ANTONIETA. Gestão do Conhecimento: a busca da humanização, transparência, socialização e valorização do intangível. Rio de Janeiro: Interciência, 2002.
Yang, J. A estratégia de gestão do conhecimento e seu efeito no desempenho da empresa: uma análise de contingência. Jornal Internacional de Economia da Produção, 125 (2), 215-223. Disponível em : < http://dx.doi.org/10.1016/j. > Acesso e, 2 de novembro de 2018.
Zangiski, M. A. S. G.; Lima, E. P.; Costa, S. E. G. Construção e desenvolvimento de competências organizacionais: Contribuições para o gerenciamento de operações. Jornal Internacional de Economia da Produção, v. 144, n. 1, p. 76-89, 2013
VAN DIJK, A.; HENDRIKS, P.; ROMO-LEROUX, I. Compartilhamento de conhecimento e capital social em execução distribuída globalmente. Jornal de Gestão do Conhecimento, v. 20, n. 2, p. 327-343, 2016.
Publicado
2019-12-05